Entre a fantasia e o limite

A tensão entre Saturno e Neptuno vai assolar o 2016 até meados de setembro, considera-se este aspeto estar entre a fantasia e o limite, a falta de fé, de esperança é a palavra chave deste aspeto tal como desencanto, desilusão, tristeza e solidão.

Para as pessoas que possa ter contactos com este aspeto podem experimentar uma profunda teimosia inconsciente e auto-sabotadora. Geralmente, têm embates dolorosos, situações muito difíceis de se concretizar e acabam por fracassar, corresponde a uma diluição total de vida.

O aspeto Saturno Neptuno reveste-se do fracasso com a frase típica “eu não posso ter aquilo que quero”. Estas pessoas têm uma tendência nata para se preocuparem excessivamente com tudo aquilo que nunca irá acontecer, Saturno rege o medo, Neptuno a fantasia assim existe um exagero exponenciado e fora de realidade (sonho) que poderá levar a que as pessoas vivam sempre entre o pessimismo e o medo.

Também umas das caraterísticas deste aspeto e que as vidas podem parar, Saturno simboliza o trabalho, a carreira a produção, Neptuno o esquecimento, as falhas de memoria, acontecimentos de ordem maior, podendo existir uma combinação alternada de fases de esforço, arrumação com eficiência (Saturno), com outra vive opostos ou seja sonho, fica paralisada sem produzir (Neptuno).

A depressão pode ser uma das consequências deste aspeto, devido à grande melancolia e pessimismo tal como a saudade de alguma coisa que se quis e não se teve, ou se teve e perdeu, tal como uma profunda solidão. Este transito como limita e dilui a parte material da vida convida o ser a olhar para dentro, de si próprio e obviamente a elevar-se espiritualmente.

Compreende-se assim que este aspeto possa motivar tanta procura, quanto crises filosóficas e espirituais, tendo em conta que é um aspeto de tensão, existe a possibilidade
de atraírem pessoas ligadas à espiritualidade com pouca ética. Podemos dizer que irá existir a fragmentação e diluição de estruturas religiosas, políticas e económicas; endurecimento ou desintegração de sistemas religiosos.

Saturno o cético, em disputa com Neptuno o que vê anjos no céu e a sanidade nos loucos nos incorrigíveis.

Por vezes parece que a pessoa com este aspeto de Saturno Neptuno, se vai reerguer, persistir e começar de novo em alguma outra coisa ainda com medo, com a secreta mentira ou armadilha de Neptuno.

Toda a via existe vontade de reagir, mas Saturno / Neptuno também reage ao medo do tempo, logo o tempo não trará o que foi prometido e se esgotara no infinito.

Se consideramos as grandes contradições que estes dois planetas representam, logo entendemos porque seus ciclos são tão desconfortáveis, enigmáticos de se lidar, tanto no plano individual provoca divórcios, diluição de vida, desencanto e termos familiares e no plano social, económico e politico é a insegurança, o espartilho (saturno) financeiro, as obrigações, as limitações que levam a um desencanto, desmotivação, desilusão um querer fugir da realidade por ela se apresentar tão dura.

Partilhar: