Tudo na nossa vida nos pertence, atraímos tudo na vida, desde que respiramos pela primeira vez a nossa família, a raça, o país onde nascemos, as condições sócio-económicas e culturais, o ambiente interno e externo onde somos criados e educados- nada…mas nada é ao acaso!

Então, tudo é kármico.

Quando se fala de karma, geralmente, temos tendência em pensar algo de mal, de errado, em dor e sofrimento.

É preciso dividir o karma em dois polos, o positivo e o negativo.
O karma que atraímos através da dor, sofrimento corresponde ao resgaste que trazemos de um passado recente. São acertos hoje de tempos longínquos pois existem determinadas pedras que temos que pisar para lapidar, mas devemos e podemos ver todas as pessoas que nos trazem dor, os nossos opositores, os nossos “inimigos” como os grandes mestres “ internos “da nossa evolução, do crescimento da nossa Alma. Sem eles o nosso processo ficaria estagnado.

Aquilo que não nos desafia, não nos faz evoluir, não nos faz crescer.
Temos que aprender a tirar as lições da vida, simplificar, valorizar pois tudo aquilo que nos acontece faz parte intrínseca da nossa vida.

Claro que no momento dos nossos conflitos internos, nos momentos de dor, o ser humano não tem a distancia nem a lucidez para perceber e aceitar a razão do sofrimento.
Só o tempo traz a serenidade a pacificação, nesse momento percebemos o porquê das nossas dores, aceitamos e subimos um degrau na Luz. Então nesse momento de alquimia estamos em condições de perceber que a passagem e encontros com determinadas pessoas na nossa vida, até foi muito útil, mesmo que nos tenha trazido dor, desilusão e perdas. Sem esses encontros, hoje não seriamos quem somos.

O karma positivo corresponde a todas as benesses que recebemos, a todas as boas situações que atraímos, os bons amigos, os bons empregos, os bons amores as situações que nos trazem alegria e felicidade.

Nunca ninguém se coloca em causa quando a vida se manifesta em toda a sua abundância, pois nessa altura o nosso “Ego” acha que merecemos. Da mesma forma que atraímos dor, conflito, alegria, felicidade e abundancia tudo faz parte do nosso processo de aprendizagem e crescimento.

Nada nem ninguém se cruza na nossa vida ao acaso. Devemos estar atentos aos sinais, às coincidências pois dá-nos muitas orientações, muita sabedoria pois tudo faz parte de um todo.

Partilhar: